domingo, 9 de janeiro de 2011

TOP 100- Séries mais influentes da Shonen Jump.

Saudações pessoal. Hoje farei um grande post. Recentemente, passeando pelo Nico Video, um site Japonês semelhante ao Youtube, encontro um vídeo muito nteressante, mostrando um Top 100 das séries mais influentes da Shonen Jump, a revista número 1 do Japão em mangás. Eu transcrevi todos os mangás mostrados no vídeo para esse post, e ao lado entre parênteses, pus o nome dos autores das séries. (ainda bem que 70% dos mangás mostrados eu conhecia XD, os outros eu tive que ir pesquisar um pouco). Durante a lista farei alguns breves comentários





pra quem quiser ver o vídeo na íntegra, o link é este:

http://www.nicovideo.jp/watch/sm395003
lembrando que é preciso ter conta no Nico Video para assistir, mas assim que eu arranjar um jeito de baixá-lo eu o posto no Youtube =]

OBS: Vale lembrar que a lista foi feita em meados de 2008.

vamos começar:

100- Rising Impact (Nakaba Suzuki)
99- Bonbonzaka High Drama Club (Yutaka Takahashi)
98- The Momotaroh (Makoto Niwano)
97- Monmonmon (Tsunomaru)
96- Pennant Race: Yamada Taiichi no Kiseki (Koji Koseki)
95- DNA² (Masakazu Katsura)
94- Katekyo Hitman Reborn! (Akira Amano)
93- Whistle! (Daisuke Higuchi)
92- Jinai Ryujujutsu Butouden: Majima-Kun Suttobasu! (Makoto Niwano)
91- Sekiryuuou (Hiroshi Motomiya)

Nada muito relevante aqui, muitas séries pouquíssimo conhecidas, com exceção de Katekyo Hitman Reborn, DNA² e Whistle. Note o mangá Sekiryuuou na lista, de Hiroshi Motomiya, veremos o nome deste cara algumas vezes durante a lista. Fora isso não há muito o que comentar sobre esta parte. Vamos em frente...


90- GodSider (Koji Maki)
89- Outer Zone (Shin Mitsuhara)
88- Sora no Canvas (Shinji Imaizumi)
87- Black Cat (Kentaro Yabuki)
86- Rookies (Masanori Morita)
85- Hanasaka tenshi Tenten-Kun (Kazumata Oguri)
84- Tenchi wo Kurau (Hiroshi Motomiya)
83- Boku no Dobutsuen Nikki Ueno Dobutsuen (Toshio Nishiyama e Koichi Imori)
82- Kamisama wa Southpaw (Shinji Imaizumi)
81- Shape up Ran! (Masaya Tokuhiro)

Aqui já começam a aparecer alguns mangás mais conhecidos, como Black Cat e Rookies, de Kentaro Yabuki (que um pouco depois viria a fazer o hormonal "To Love-ru") e Masanori Morita (Autor do Excelentíssimo Rokudenashi BLUES). Nota-se também a série Tenchi wo Kurau, que apesar da relativa popularidade que tinha nos anos 80, não era tão influente assim. Outra coisa que eu queria destacar é Rookies, que por sinal foi o último mangá de Baseball publicado na revista, e desde o seu fim (em 2003) não vemos outra série sobre o esporte na revista. Continuando temos...

80- Kenritsu Umisora Koukou Yakyuu Buin Yamashita Taro-kun (Koji Koseki)
79- Seikimatsu Leader Den Takeshi (Mitsutoshi Shimabukuro)
78- Ichigo 100% (Mizuki Kawashita)
77- Oubora Ichidai (Hiroshi Motomiya)
76- Akutare no Kyojin (Yoshihiro Takahashi)
75- Asatarou Den (Norihiro Nakajima)
74- Tennis Boy (Satoshi Terajima e Kenichi Kotani)
73- Bobobo-bo bo-bobo (Yoshio Sawai)
72- Shaman King (Hiroyuki Takei)
71- Hana no Keiji (Keiichiro Ryu e Tetsuo Hara e Aso Mio)

Apareceram mais algumas séries conhecidas aqui. Temos o insano mangá de comédia e Ação "Seikimatsu Leader Den Takeshi", do mesmo autor do atual Toriko (que por sinal, é um dos meus mangás favoritos da grade atual da revista), logo em seguida dele temos Ichigo 100% (o qual já fiz uma resenha aqui no blog) como a única obra de Kawashita a figurar na lista (se bem que aliás, é a única série que ela emplacou na Jump), Um pouco mais adiante, vemos O hilário e extremamente Bizarro "Bobobo-bo bo-bobo" de Yoshio Sawai que aparece na lista na cola de Shaman King, que também era bem popular, mas devido à misteriosos problemas (que ninguém sabe ao certo) foi cancelada da revista. E também temos "Hana no Keiji", o mangá do desenhista de Hokuto no Ken, que retrata a história do famoso guerreiro japonês do período Sengoku, Keiji Maeda.

70- Chinyuuki -Taro to Yukai na Nakama-tachi (Man Gataro)
69- 1.2 no Ahho!! (Kontaro)
68- Susume Pirates!! (Hisashi Eguchi)
67- Toudai Icchokusen (Yoshinori Kobayashi)
66- Gintama (Hideaki Sorachi)
65- I"s (Masakazu Katsura)
64- Eyeshield 21 (Riichiro Inagaki e Yusuke Murata)
63- Black Angels (Shinji Hiramatsu)
62- Moeru!! Oniisan (Tadashi Sato)
61- Tottemo! Luckyman (Hiroshi Gamou)

A lista vai avançando e cada vez mais séries conhecidas vão aparecendo. Agora temos o atual "Gintama", que sinceramente eu imaginava que estaria em uma posição mais alta. Seguido dele temos I"s, mangá de romance bem famoso nos anos 90, e logo em seguida, o divertidíssimo Eyeshield 21 marca presença
na lista. Um mangá curioso que eu queria destacar nessa parte é "Tottemo! Luckyman" de Hiroshi Gamou (que futuramente adota o pseudônimo de Tsugumi Ohba para escrever Death Note). Segumimos en frente...

60- Midori no Makibaou (Tsunomaru)
59- Jungle no Ouja Taa-chan (Masaya Tokuhiro)
58- Play Ball (Akio Chiba)
57- Wingman (Masakazu Katsura)
56- Hole in One (Takeji Kagami e Tatsuo Kanai)
55- Sawayaka Mantaro (Hiroshi Motomiya)
54- Fuuma no Koujirou (Masami Kurumada)
53- Sexy Commando Gaiden: Sugoiyo Masaru-san (Kyosuke Usuta)
52- Hareluya II BOY (Haruto Umezawa)
51- Yoroshiku Mechadoc (Ryuji Tsugihara)

Aqui estamos, metade da lista já foi comentada. Mangás notáveis que aparecem aqui, entre eles "Jungle no Ouja Taa-chan", mangá que como o nome sugere, é uma paródia ao famoso Tarzan. Outra presença que não poderia passar despercebida é Fuuma no Koujiro, a primeira série de Masami Kurumada a
aparecer na lista. Também temos o famoso Mangá de Comédia "Sexy Commado Gaiden: Sugoiyo Masaru-San" (que por sinal é o meu mangá de comédia favorito) famoso por popularizar o "gênero", das comédias nonsense nos anos 90.

50- Chichi no Tamashii (Hiroshi Kazuika)
49- Tsuide ni Tochinkan (Koichi Endo)
48- Video Girl Ai (Masakazu Katsura)
47- Hoshin Engi (Ryu Fujisaki)
46- Ninku (Koji Kiriyama)
45- Hochounin Ajihei (Jirou Gyuu e Joe Biggu)
44- Doberman Deka (Buronson e Shinji Hiramatsu)
43- Jigoku Sensei Nuube (Makura Shou e Takeshi Okano)
42- Stop!! Hibari-kun (Hisashi Eguchi)
41- Bastard!! (Kazushi Hagiwara)

Continuando temos aqui, Chichi no Tamashi, mangá que é conhecido por ter sido uma das séries que estrearam na primeira edição da Shonen Jump lá em 1968. Nesta parte vemos também "Hoshin Engi", a série que foi famosa por ter sido uma das que sustentaram a Shonen Jump em sua época das trevas após o
fim de Dragon Ball. Uma presença esquisita aí é "Stop!! Hibari-kun", mangá de 1983 que ficou mais tempo em Hiato do que em publicação e teve apenas 3 volumes, trata-se de uma bizarra história de um garoto que é atormentado por uma "garota muito bonita", que na verdade é um menino muito afeminado. Falando em séries com muitos hiatos, chega "Bastard!", o famoso mangá de fantasia repleto de referências ao mundo do Heavy Metal, e que saiu da Shonen Jump por ter cenas muito fortes. Atualmente a série é publicada na Ultra Jump e tem 27 volumes até o momento.

40- Magical Taruruuto-kun (Tetsuya Egawa)
39- Kimagure Orange Road (Izumi Matsumoto)
38- Ginga Nagareboshi Gin (Yoshihiro Takahashi)
37- Space Adventure Cobra (Buichi Terasawa)
36- Hikaru no Go (Yumi Hotta e Takeshi Obata)
35- Prince of Tennis (Takeshi Konomi)
34- Kouya no Shounen Isamu (Souji Yamakawa e Noboru Kawasaki)
33- Hunter X Hunter (Yoshihiro Togashi)
32- Samurai Giants (Ikki Kajiwara e Kou Inoue)
31- Bleach (Tite Kubo)

Nesta parte, quase todos são séries conhecidas. Temos aqui grandes clássicos como "Kimagure Orange Road", "Ginga Nagareboshi Gin" e "Cobra". Os únicos aí não muito conhecidos são "Kouya no Shounen Isamu", que era um mangá de faroeste dos anos 70 e "Samurai Giants", um mangá de Baseball também da
década de 70 assinada por Ikki Kajiwara (conhecido pelo clássico "Ashita no Joe"). Nota-se também a presença de Bleach e Hunter X Hunter, que dispensam apresentações.

30- Jojo's Bizarre Advnture (Hirohiko Araki)
29- Sakigake!! Otokojuku (Akira Myashita)
28- Astro Kyuudan (Shirou Toozaki e Norihiro Nakajima)
27- Dragon Quest - Dai no Daibouken (Riku Sanjo e Kouji Inada)
26- Ring ni Kakero (Masami Kurumada)
25- High School! Kimengumi (Motoei Shinzawa)
24- Cat's Eye (Tsukasa Hojo)
23- Hadashi no Gen (Keiji Nakazawa)
22- Toilet Hakase (Kazuyoshi Torii)
21- Otoko Ippiki Gaki Daishou (Hiroshi Motomiya)

Agora começa a ELITE das séries. iniciando a Elite temos o Longíssimo "Jojo's Bizarre Adventure" (que por sinal e o meu mangá favorito), que atualmente se encontra no volume 103. Em seguida dele temos o extremamente testosteronado "Sakigake!! Otokojuku", mangá tão masculino que tem homem até no nome! Aparecem também "Dragon Quest Dai no Daibouken" famosíssimo aqui no Brasil pela exibição do anime. Nesta parte também gostaria de destacar "Otoko Ippiki Gaki Daishou", Mangá de 1968 (sim, um dos que vieram na primeira edição da Jump), era uma série sobre delinquentes e influenciou todos os materiais do gênero que viriam futuramente, se você curte coisas como "Crows", "Beelzebub" e outros mangás Furyo famosos, deve uma a essa série (e sem falar tambem, que é de Hiroshi Motomiya, o cara que eu falei lá no começo da lista que ia se repetir algumas vezes aqui).

20- Rokudenashi BLUES (Masanori Morita)
19- Death Note (Tsugumi Ohba e Takeshi Obata)
18- Yu-gi-Oh (Kazuki Takahashi)
17- Circuit no Ookami (Satoshi Ikezawa)
16- Harenchi Gakuen (Go Nagai)
15- Rurouni Kenshin (Nobuhiro Watsuki)
14- Naruto (Masashi Kishimoto)
13- Dokonjo Gaeru (Yasumi Yoshizawa)
12- Mazinger Z (Go Nagai)
11- Kochikame (Osamu Akimoto)

Já tá acabando... Essa parte começa com o clássico "Rokudenashi BLUES", que eu mencionei no começo da reportagem quando falei de Rookies. Em seguida vemos o megahit "Death Note" que até hoje não consigo imaginar como a série conseguiu sobreviver na grade da Shonen Jump pela sua história madura. Logo depois temos Yu-gi-Oh, que dispensa comentários, e o mangá sobre automobilismo "Circuit no Ookami". Em seguida temos "Harenchi Gakuen", de Go Nagai, que é sem dúvida nenhuma um dos mangás mais polêmicos da história graças ao seu conteúdo extremamente explícito para a época (Nota: O nome do mangá, inclusive pode ser traduzido como "Escola da sem-vergonhiçe" para vocês terem uma ideia). Logo após vemos o clássico imortal Rurouni Kenshin (conhecido por essas bandas como Samurai X), e seguido dele o megahit
"Naruto", que também dispensa comentários. Um mangá não muito conhecido aí é o mangá de comédia "Dokonjo Gaeru", de 1973, que conta a história de um garoto que cria um sapo dentro de sua camisa como a sua consciência, essoalmente tive pouco contato com a série, mas o que eu vi me diverti bastante, sonho em ler o mangá algum dia =P (eu assisti um pouco do anime). Logo após vemos outro pioneiro dos anos 70, Mazinger Z, que inovava no gênero de "Robôs gigantes" sendo o primeiro a ser controlado por um personagem humano no cockpit (os anteriores eram por controle remoto e similares). E por último, o infinitamente gigante mangá, "Kochira Katsushikaku kameari koenmae Hashutsujou", ou abreviado carinhosamente pelos seus fãs como "Kochikame".

Agora rumemos à parte mais esperada do post, O TOP 10!!! Agora Falarei individualmente de cada um destes mangás.

10- Saint Seiya (Masami Kurumada)

Saint Seiya, a 3° obra de Masami Kurumada a aparecer na lista, certamente tenho que admitir que teve a sua importância para a revista (eu não suporto a série). No Japão ele não foi tão explosivo em sucesso como foi aqui no Brasil, mas ainda teve fama o suficiente para gerar uma gigantesca rede de Spin-offs de todos os tipos. Palmas para o Kurumada (ou não XD)

9- City Hunter (Tsukasa Hojo)

Um que certamente me surpreendeu na posição que está. apesar de Não estar sempre no topo nos rankings de popularidade da época, vendia muito bem. Seguindo a mesma formula do clássico seinen Golgo 13, City Hunter contava a história de um Sweeper, um profissional que faz trabalhos perigosos como assasinatos, guarda-costas, entre outros. A série ficou bem popular na época graças ao anime e também ao sucesso da obra anterior de Hojo, Cat's Eye (que apareceu nesta lista na 24° posição). Hoje em dia a série gerou uma
"continuação" chamada Angel Heart, que é publicada na revista Comic Zenon, da Shinchosha. Pessoalmente falando, é um dos meus mangás favoritos ;)

8- Yu Yu Hakusho (Yoshihiro Togashi)

O primeiro sucesso da carreira do mangaká mais preguiçoso de todos os tempos, Yoshihiro Togashi, fazia parte da tríade da revista na primeira metade da década de 90. Apesar de não ser relativamente longo como as outras séries de ação da época, YYH conseguiu gerar uma imensa popularidade e também os famosos fanboys "Togashiistas". O término precoce da série chegou até mesmo a gerar uma multidão de fãs enfurecidos que atacaram a casa do autor a pedradas. Mas fica registrado aqui, a fama que a série conseguiu
alcançar por puro merecimento.


7- DR.Slump (Akira Toriyama)

A primeira série da carreira do genial Akira Toriyama, sem dúvidas, foi um marco na história do Gag Mangá (ou mangá de comédia se preferirem), algo raro de se ver na epoca, uma personagem feminina como protagonista (se bem que na mesma época tínhamos Cat's Eye...). A Série fez um enorme sucesso mundo afora graças ao imenso carisma dos personagens, como na Espanha por exemplo, onde é o mangá mais vendido da historia do país Ibérico. 

6- Captain Tsubasa (Yoichi Takahashi)

Outro clássico dos anos 80, o mangá que popularizou o Futebol no Japão com as suas jogadas extremamente surreais. A série chegou a fazer bastante sucesso aqui no Brasil (Onde é conhecida como SuperCampeões), e chegou a influenciar vários materiais do gênero, não só de futebol, mas de mangás de
esporte em geral. Vale lembrar também a infinita quantidade de spin-offs que a série gera até hoje.

5- Kinnikuman (Yudetamago)

Preparem-se para uma baita onda de Puxa-saquismo meu, pois esse é um dos meus favoritos! Kinnikuman, surgido no final dos anos 70, começou como um simples mangá de comédia parodiando os super-heróis dos Tokusatsus da época, mas depois a série virou um Excelente Mangá de luta-livre protagonizado por personagens com super-poderes. Uma das séries que mais contribuiu para a construção dos mangás Shonen de Hoje em dia. Certamente em uma posição mais do que merecida para este grande clássico dos anos 80!

4- One Piece (Eiichiro Oda)

Dos mangás do top 10, esse é o único que não é da "Época dourada" da revista. A saga do pirata Monkey D. Luffy, se tornou recentemente a série mais vendida da história no Japão (tomando o posto antes pertencido por Dragon Ball). É uma das séries que faz por merecer a popularidade gigantesca que tem. A série atualmente se encontra com 60 volumes, e segundo o autor está apenas na metade. Infelizmente, sinto que quando One Piece acabar, a Shonen Jump entrará numa era de decadência ainda pior do que a de quando Dragon Ball Acabou. Outro que pessoalmente é um dos meus favoritos.

3- Slam Dunk (Takehiko Inoue)

Um clássico que criou gerações. Assim como Captain Tsubasa, ajudou a difundir o Basquete no Japão. Apesar dos apenas 31 volumes, a série do "Deus do Traço", Takehiko Inoue, vendeu mais de 120 milhões de unidades apenas no Japão. Muitas vezes, Slam Dunk é frequentemente citado em listas de "Melhores mangás de todos os tempos" figurando geralmente entre as 3 primeiras colocações, e na lista de influência não poderia ser diferente. Palmas para Slam Dunk porque a série Merece, e Muito!!

2- Hokuto no Ken (Buronson e Tetsuo Hara)

WATATATATATAAAA!! O famoso mangá de luta dos anos 80 Hokuto no Ken, facilmente considerado o mangá mais sangrento que já passou pelas páginas da revista, foi um verdadeiro marco na história. Criou vários clichês que vemos hoje nos mangás de luta. Ao lado de Kinnikuman e Dragon Ball, foi uma das séries que ajudou a construir o mangá Shonen Moderno. Extremamente recomendado para leitura! (Sim, outro dos meus favoritos hehehe)

1- Dragon Ball (Akira Toriyama)

Creio que esse, 99% das pessoas lendo este post, já imaginavam que estaria aqui. Como já repeti antes, foi uma das séries que modelou as bases dos mangás atuais. A história de Goku foi realmente popular, e ainda até hoje, mais de 15 anos depois do seu término continua com a popularidade à todo vapor no mundo inteiro. O mundo inteiro conhece a história de Cor! Tendo em vista esse fato, não há muito o que falar de Dragon Ball =P.

Bom é isso aí pessoal, espero que tenham gostado deste completíssimo Top100. Postem as suas opiniões também a respeito da lista, será legal tocar ideias nos comentários.

Até a próxima!!

12 comentários:

  1. Cara! vc faz um post desses e ninguém comenta?
    hahha
    conheço um pouco menos que você, a maioria eu conheço de ouvir falar, o foda eh não ter acesso as obras =(

    minhas favoritas da lista são:

    Dragon Ball, Hokuto no Ken, Slam Dunk, One Piece (kkk), YuYu, Samurai X, Rokudenashi (lógico), Hadashi no Gen, HxH, Prince of Tennis, Video Girl, Houshin Engi, Shaman King e Eye Shield (supremo). Bremen não esta na lista ou me passou despercebido? é um dos meus mangás favoritos tb, tem muita essencia do rock nele, demais!

    e os q eu mais queria ler era o Rookies (só tem 2 cap em pt), Hareluya II BOY, Jigoku Sensei Nuube, Jojo's Bizarre Advnture (só li a primeira fase, quero ler logo as outras *-*) e Harenchi Gakuen (outro mestre q me influencia).

    meu comment ta maior q seu post kkk, tenho uma pergunta, tem uns mangás antigos do takeshi obata, q eh bem dificil conseguir informação, mas como vc é ninja, se puder escreva algo sobre eles... se nao me engano sao cyborg g cham, chikarabito densetsu e arabian lamp lamp

    bom trabalho kra, continue assim!

    ResponderExcluir
  2. Sim, Bremen não está na lista. A série não fazia sucesso e foi cancelada com mais ou menos uns 80 capítulos. Uma pena, era um mangá bem legal... (E é do mesmo autor do Hareluya II BOY)

    Se quiser ler Rookies em pt-br, o a.i.u.e.o scans começou a fazer a série há pouco tempo.

    Quanto aos mangás antigos do Obata, eu já li um pouco de "Cyborg G-chan" e acho meio fraco, mas talvez quando eu terminar de ler eu fale algo sobre ele. O "Chikarabito Densetsu" eu não conhecia (talvez eu já tenha lido o nome em algum lugar, mas não me vem à mente no momento), e já ouvi falar do "Majin boketan Arabian Lamp Lamp"(mas nunca li =S )

    muito obrigado pelo comentário^^

    ResponderExcluir
  3. CARAMBOLA! valeu pela dica do rookies, lendo freneticamente aki

    ResponderExcluir
  4. Ótimo blog!
    Postagem excelente a sua, merecia um prêmio =D

    O top 5 continuará assim por um longo tempo, eu presumo...e não é que todos dizem isso: quando One Piece terminar (espero q isso demore MUITO) a Jump ficará bambinha das pernas xD

    ResponderExcluir
  5. Não conheço a maioria, mais ficou bem bem legal seu post, como disse o de cima vai levar é tempo até os 5 colocados mudarem, e se com Dragon Ball foi daquele jeito, qndo One Piece acabar acho q a Jump vai ficar lá pra trás como uma das revistas de mangá mais vendidas do mundo.

    ResponderExcluir
  6. Caraaa, sempre pensei que manter um blog não era facil...você simplesmente comentou 100 séries da jump em um unico post..vc tem meu respeito.
    Quanto as posições,acho q ta tudo certinho em seu lugar mesmo vendo umas q nunca ouvi falar na frente das minhas favoritas...

    ResponderExcluir
  7. Vai demorar muito pra One Piece terminar, afinal, está na metade. Até lá vão aparecer alguns substitutos...Pelo menos é o que eu espero...

    ResponderExcluir
  8. Primeiro belo post, muitas series que gosto na lista (tambem sou fan de hokuto no ken e kinnikuman) em merecidas posições. Vendo esta lista me lembra que ainda tenho de arruamr algum lugar para ler Ninku.

    ResponderExcluir
  9. Desculpas por estar 1 ano e meio atrasado, mas parabéns por este post! Acredito ter dado um trabalhão! Muito bom!

    ResponderExcluir
  10. podiam fazer um top list da shonen sunday

    ResponderExcluir
  11. muito bom excelente trabalho tirei muito conhecimento do mundo dos mangas aqui sem falar as recomendações que não conhecia !!!!

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir